Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Excuse me for a while...

Excuse me for a while...

06
Nov15

Folhas Soltas #8

Daniela C.

Tom chegou por volta das duas da manhã, depois de uma longa viagem de avião da Europa a Los Angeles. Estava feliz por finalmente estar em casa e poder ver as suas duas paixões que intitulava como princesa e rainha da vida dele. Pousou a mochila que levava pendurada ao obro sobre o sofá da sala e olhou em redor, vendo a casa completamente em silêncio mas com algumas luzes ligadas para que ele não esbarrasse em nada, como muitas vezes acontecia quando a casa estava totalmente às escuras.

- Chegaste… - Murmurou Devin enquanto aparecia da cozinha, com o seu robe vestido e um ar cansado.

- Mas que receção calorosa! - Protestou o moreno enquanto se acercava da rapariga que permanecia parada perto da porta da cozinha, de braços cruzados ao peito e um olhar que de todo não se assemelhava ao que Devin tinha habitualmente. - O que é que se passa contigo…? - Questionou com cautela, agarrando no rosto da rapariga cuidadosamente.

- Mentiste-me! - Acusou cerrando o maxilar e ganhando de novo lágrimas nos seus grandes olhos. - Estiveste com ela para quê? Mentiste-me porquê? - Questionou enquanto se soltava dos braços de Tom.

- Devin ela só quer ver a filha… - Tentou explicar mas sabia que não ia ser fácil ter aquela conversa com a morena.

- A filha é minha! - Ripostou irritada, espetando o seu dedo indicador sobre o peito semi descoberto.

- Ouve…

- Quem vai ouvir és tu! - Devin interrompeu o rapaz e olhou-o profundamente nos olhos. Ela não ia permitir que isto lhe estivesse a acontecer e muito menos que o rapaz lhe voltasse a mentir, especialmente quando o assunto era Harper. - Fui eu quem criou a Harper desde o primeiro dia de vida dela. Fui eu que fui a mãe, o pai que tu nunca foste durante 3 meses e sabes perfeitamente porquê. Ela pode não ter estado 9 meses dentro de mim, mas é minha. Agora ouve bem aquilo que te vou dizer e guarda isto para o resto da tua vida: Se aquela rameira mete os pés neste país, tu não só nunca mais me metes a vista em cima como eu levo a nossa filha comigo. - Avisou enquanto as lágrimas lhe escorriam pelo rosto a uma velocidade imensa. Estava magoada, perdida e com medo de perder Harper para a mãe biológica que nunca quis saber da pequena assim que percebeu que o famoso golpe da barriga não iria dar certo para o lado de Tom.

- Devin eu sei disso, não quero de todo afastar a Harper de ti. Foi graças a ti que hoje amo aquela criança mais do que me amo a mim mesmo ou qualquer outro ser. Ela apenas quer ver a filha… - Tentou de novo explicar o mais velho mas Devin negou com a cabeça em discordância daquilo que Tom dizia.

- Ela nunca quis saber, porquê 4 anos depois? Porque a Harper está feliz comigo? Porque tem uma pessoa quem pode chamar mãe? Tom não aceito essa mulher perto da minha filha enquanto eu for viva. Tu não me podes fazer isto depois de tudo o que eu fiz por ti… - Soluçou desesperada e tapou a sua cara com as duas mãos. Tom suspirou e acabou por abraçar a morena com força, beijando-lhe o topo da cabeça com carinho.

- Eu sei minha rainha, tu foste a pessoa que me deu tudo o que tenho de bom hoje… - Admitiu sabendo que se não fosse Devin a querer criar Harper sendo apenas sua amiga, Tom não saberia o que fazer com a criança que lhe foi deixada à força há 4 anos atrás. - Se soubesses o quanto te amo e te agradeço por tudo o que fizeste por mim! Devo-te tanto… - Murmurou enquanto enchia a rapariga com mimos. Devin abraçou a cintura do mais velho com os seus braços e cheirou-lhe o peito com saudades. Tom estivera bastante tempo fora de casa para fazer a sua Tour mundial com a banda. Estava orgulhosa pela dimensão do projeto dos 4 rapazes mas especialmente daquele que agora era seu namorado, por ser uma pessoa tão paciente e criativa. Estava maduro, era mais consciente e acima de tudo Tom tinha-se tornado um pai de família exemplar.

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post

A Blogger

O meu nome é Daniela, tenho 22 anos e sou de Almada. Trabalho actualmente no STARBUCKS mas sonho ser Comissária de Bordo. Adoro escrever, ver Vlogs e não sou mesmo nada adepta de séries. Aqui vão poder encontrar parte dos meus devaneios e sonhos, quem sabe um dia isto se virá a tornar no meu Diário de Bordo.

Redes Sociais

Mensagens